Paraty (RJ), saiba o que fazer sem perder nada6 min read

Quer sair um pouco da sua rotina, talvez viajar, gastando pouco? Nós temos a sugestão perfeita. E, para ajudá-l@, vamos contar um pouco da experiência que tivemos e mostrar o que fazer em Paraty.

Aí vai um pouquinho dessa viagem para te deixar com vontade, apresentando herança histórica e popular, passeios, alimentação e muito mais! São opções pr’aquela escapada no final de semana prolongado ou, até mesmo, um bate-volta. Confira! 😉

 

Arquitetura

Localizada a poucos quilômetros do Litoral Norte Paulista, ao passear por Paraty (caso não sabia até agora), você irá perceber como é comum encontrar em ruas e sobrados mais antigos a simbologia maçônica (geralmente em azul e branco). Diz-se que de acordo com os símbolos é possível saber até o grau do maçom que morava naquela residência.

gps ligado - o que fazer em paraty
Simbologia Maçônica presente na arquitetura (Foto: Lais Rodrigues)

O espaço entre as janelas possuem significado: o segundo vão entre elas é o dobro do primeiro, e o terceiro é a soma dos anteriores, representando “a soma das partes é igual ao todo”. Uma herança da arquitetura dos templos maçônicos.

Continuando o passeio, você encontrará portas maiores que da foto abaixo e na cor roxa, conhecidas como “Passos da Paixão”. Ao todo são 6 portas originais, que são abertas unicamente em época de Páscoa para a realização da tradicional festa em comemoração a Semana Santa.

gps ligado - paraty (rj)

As ruas possuem um desnível em formato oval, permitindo conter a água quando a maré está cheia.

 

A Lenda da noiva da Igreja de Santa Rita

Assim como muitas cidades espalhadas ao redor do Brasil, Paraty também é marcada pela presença de igrejas antigas. Algumas delas, ainda ativas, outras abertas para visitação com direito a um museu de arte sacra. Dentre todas, uma igreja que se destaca é a de Santa Rita.

Contam a seguinte lenda sobre ela: certa vez um casamento havia sido marcado por um jovem e apaixonado casal. Chegando próximo à cerimônia, a noiva faleceu repentinamente, deixando seu noivo arrasado de tanta tristeza.

Após o velório, uns dizem que ele sonhou, outros dizem que ele viu sua noiva, certa noite, e que ela ainda estava viva. Ninguém acreditou, mesmo ele pedindo desesperadamente para que desenterrassem-na e abrissem o caixão.

Achando que ele tinha ficado louco, internaram o jovem desolado em um hospício, onde morreu posteriormente.

Tempos depois, precisaram exumar os restos mortais da moça. E, ao abrir o caixão, qual foi a surpresa de todos? O corpo estava de bruços, indicando que ela havia mesmo sido enterrada viva. Até hoje pessoas relatam ver uma mulher vestida de noiva próximo à igreja.

gps ligado - paraty (rj)
Igreja de Santa Rita – Paraty (RJ)

 

Passeios de Escuna

Além dos museus encontrados nas igrejas, um forte entretenimento são os passeios de escuna.

Os preços são variados, cabendo em todos os bolsos. É possível pagar R$ 25 (por pessoa) para passar algumas horas em alto mar.

gps ligado - paraty (rj)
Escunas esperando a hora da partida

A escuna escolhida foi a Banzay (R$ 50/pessoa), onde ficamos das 11h às 17h30 fazendo um roteiro que passava por várias ilhas paradisíacas, com paradas em 2 ilhas e mais 1 exclusivamente para mergulho. No barco serviços de restaurante, bar, fotografia e DJ animavam nossa estadia longe de terra firme.

 

Para encher a barriga

Você está descobrindo tudo o que fazer em Paraty. Por isso, não poderíamos deixar a parte mais importante de lado: alimentação.

Muitos restaurantes oferecem comidas com frutos do mar, na média de R$ 89, servindo até duas pessoas. Porém, andando pelas ruas desniveladas, aconteceu um verdadeiro achado: o Van Gogh Burguer, um pub/hamburgueria com o estilo paulistano de ser (mais especificamente da Rua Augusta).

O local badalado e receptivo, de lanches M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O-S feitos artesanalmente, dispõe de opções para carnívoros e vegg’s.

Sem esquecer os preços que são super acessíveis: você pode comer um delicioso La Cheddar por menos de R$ 20.

Endereço: R. Dr. Samuel Costa, 22 – Centro Histórico

gps ligado - paraty (rj)
Van Gogh Paraty | Reprodução Facebook | Foto: Joaquim Rui Manita

Por outro lado, Paraty é marcada pela cachaça e possui algumas produções próprias, como a famosa Gabriela. Uma mistura de cravo e canela.

E como brasileiro é perito em ser criativo, um drink inspirado em nossa literatura pode ser apreciado por lá.

Apresento-lhe o delicioso Jorge Amado. Uma espécie de caipiroska feita com Gabriela, maracujá e limão.

gps ligado - paraty (rj)
Drink Jorge Amado

E a sobremesa? Tem também! Caso você adore um sorvetinho, você precisa conhecer a deliciosa Pistache Gelateria, apreciada pelo sabor do “verdadeiro sorvete italiano, fresco e cremoso”.

Endereço: R. Dr. Samuel Costa, 77 – Centro Histórico

Pistache Gelateria | Reprodução Facebook

Hospedagem 

Durante o final de semana que estivemos por lá, ficamos hospedad@s no Hostel Alecrim. Um lugar familiar, administrada por queridos que fazem você se sentir na sua própria casa.

Você pode escolher se deseja fica em quarto individual ou compartilhado (valores a partir de R$ 40 a diária). A segunda opção é indicada para quem viaja sozinho e deseja conhecer novas pessoas. O hostel fica a 5 minutos do Terminal Rodoviário e do Centro Histórico de Paraty.

Endereço: R. Abílio Avelino Coelho, 8 – Patitiba

Hostel Alecrim | Reprodução Facebook

 

Passagem – Onde comprar 

Para quem vai de ônibus, do Terminal Tietê (SP), cada passagem custa em média R$ 70. Você pode conferir horários e valores, clicando aqui.
Já para quem quer economizar no tempo, as opções de voos podem ser encontradas por aqui, que também te dá opções de hospedagem.

 

Bônus

Paraty é um local com muito artesanato, dando para perder horas e mais horas entrando em estabelecimento por estabelecimento. Além disso, é notório a forte presença de indígenas pelas ruas vendendo suas artes “com as coisas que a natureza dá” (risos). São trabalhos lindos, pena que um cocar, por exemplo, custa em média de R$ 180.

Caso você seja aquele tipo de pessoa que adora guardar coisinhas dos lugares que você conhece ou que sai presenteando a família toda, chaveiros são uma ótima (e econômica) alternativa.

 

Agora que você já sabe o que fazer em Paraty, bora fazer as malas e boa viagem!

 


Quer receber as nossas dicas?

Bora colocar os dados aqui embaixo. 😉

 

Lais Rodrigues
Fundadora do projeto, relações-públicas, xoxo media e aspirante a designer no paint, 25 anos de muita gordice e piadas ruins.
Também já participou do coletivo @versatilrp, escrevendo sobre comunicação-relacionamento-marketing-digital-e-ainda-cobre-eventos.
Ufa!

E aí? Se a vida fosse um jogo, como você gostaria de passar de fase?
Lais Rodrigues on InstagramLais Rodrigues on LinkedinLais Rodrigues on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.