O que fazer em Curitiba com menos de R$ 50?5 min read

Que ela é linda, não se pode negar! E caso esteja pensando em conhecê-la, nós diremos a você o que fazer em Curitiba.

Se é a sua primeira vez, vamos te ajudar a aproveitar cada pedacinho dessa cidade. Agora, se você já visitou e ainda não sabia disso, pois fique sabendo agora: é possível visitar Curitiba de canto a canto com apenas R$ 45.

A forma mais simples de conhecer esta cidade, para quem não possui um guia particular, é a bordo de uma linha especial de ônibus. O transporte da Linha Turismo circula pelos principais atrativos da cidade, totalizando 25 pontos turísticos durante a viagem.

Parques, espaços culturais e gastronômicos são algumas das várias opções de locais para visitação. A saída inicial acontece na Praça Tiradentes, no centro da cidade.

 Como funciona?

  1. Você compra a cartela de passeio por R$ 45 que contém 5 tickets.
  2. Desses tickets, você tem direito a 4 paradas.
  3. A cada desembarque, é você quem escolhe o tempo de estadia.
  4. Um novo ônibus passa a cada 30 min e os bilhetes podem ser adquiridos no veículo em qualquer ponto de embarque.
  5. Horário de funcionamento: terça a domingo, das 9h – 17h30. Obs.: durante as férias, o passeio funciona todos os dias.

 

Todos a bordo? Apertem os cintos e vamos lá! (Leia com voz de guia turístico)

 

1. Jardim Botânico – O que fazer em Curitiba

Primeira parada. Aqui nós temos o cartão postal de Curitiba de maior destaque. O Jardim Botânico é também um dos lugares mais visitados na cidade.

A estufa feita de estrutura de ferro e vidro tem um ar encantador, lembrando o antigo Palácio de Cristal de Londres, cercada por jardins geométricos e um bosque de mata nativa.

O Museu Botânico e o Jardim das Sensações compõem a atração, permitindo aos visitantes contato com espécies de flores e plantas que são referência nacional e uma trilha de 200 metros com os olhos vendados para vivenciar a experiência com os sentidos, respectivamente.

o que fazer em curitiba - gps ligado
Jardim Botânico – Estufa
o que fazer em curitiba - gps ligado
Jardim Botânico – Jardins Geométricos

Horários: 09h42 – 18h11

Endereço: Rua Engenheiro Ostoja Roguski | Jardim Botânico, Curitiba

 

2. Museu Oscar Niemeyer (MON) – O que fazer em Curitiba

Após passar por alguns pontos, chegamos à nossa segunda parada. Também conhecido como “Museu do Olho”, o MON foi projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer e é um dos maiores da América Latina.

O famoso “olho” na verdade é inspirado na araucária, árvore símbolo do Paraná. Mais de 2.200 obras de artistas reconhecidos nacional e internacionalmente podem ser encontradas nele, além de receber exposições temporárias.

Ingressos: R$ 16 (inteira)/ R$ 8 (meia) – não inclusosConfira programação.

MON – O “olho”

Horários: 10h – 18h

Endereço: Rua Marechal Hermes, 999 | Centro Cívico, Curitiba

 

3. Ópera de Arame/Pedreira Paulo Leminski – O que fazer em Curitiba

Depois de andar e andar e andar a bordo do ônibus de turismo, e subir-morro-descer-subir-de-novo, chegamos à mais uma aguardada parada: a Ópera de Arame.

Outro cartão postal de Curitiba, o teatro tem capacidade para 2.400 espectadores e recebe eventos diversos artísticos e culturais. Sua estrutura tem formato tubular e teto de policarbonato transparente rodeada por lagos, cascatas, aves e vegetação típica, deixando o local com um ar de magia.

Fica localizado ao lado da Pedreira Paulo Leminski, que hoje serve como um palco aberto para eventos ao ar livre e cenário para a encenação da Paixão de Cristo, desde 1989.

Ópera de Arame – Parte Externa
Ópera de Arame - gps ligado
Ópera de Arame – Parte Interna

Horários: 10h47 – 19h13

Endereço: Rua João Gava, 874 | Abranches, Curitiba

 

4. Memorial Ucraniano – O que fazer em Curitiba

Não muito longe de nossa última parada, o desembarque final escolhido foi o Memorial Ucraniano. O nome foi dado em homenagem aos índios que viviam na região.

Em épocas como a primavera, o visitante logo é recebido por um lindo jardim florido que o conduz para a réplica da antiga Igreja de São Miguel. A construção original é localizada no interior do estado, em Mallet.

Rodeado de histórias e tradição, o local abriga uma exposição permanente de pêssankas (ovos pintados à mão), bordados e outros ícones. A presença da religião pode ser notada inclusive na arquitetura, que traz um altar voltado para o leste entre outros elementos.

Festas típicas da etnia, como a Festa da Colheita (em outubro), e outras atividades folclóricas acontecem com apoio da comunidade ucraniana e da Fundação Cultural de Curitiba.

Pêssanka ou Pysanka

 

Horários: 11h05 – 19h30

Endereço: R. Dr. Mbá de Ferrante, s/n | Parque Tingui, Curitiba

 

A lista completa dos destinos pode ser acessada clicando aqui.

 

BÔNUS – O que fazer em Curitiba

Cê já viu uma múmia ao vivo e a cores? Se a resposta for não, fica tranquilo que nós te dizemos como fazer isso sem sair do Brasil.

Um lugar que não faz parte do roteiro, mas fica pelas proximidades e é uma ótima opção para quem gosta de História e Antiguidade, é o Museu Egípcio.

Réplicas fieis de objetos do Antigo Egito e uma múmia de uma dama chamada “Tothmea”, com cerca de 2600 anos, ficam expostos durante visitação, uma forma de contar um pouco mais sobre a religião, o cotidiano daquela civilização e as histórias dos faraós.

Ingressos: R$ 5 (inteira)/ R$ 3 (meia)Confira programação.

Dama egípcia chamada “Tothmea”

Horário de Funcionamento: 08h–12h/ 13h–17h

Endereço: R. Nicarágua, 2641 | Bacacheri, Curitiba

 

Veja também: 7 dicas para juntar grana e viajar

 


Quer receber as nossas dicas?

Bora colocar os dados aqui embaixo. 😉

 

Lais Rodrigues
Fundadora do projeto, relações-públicas, xoxo media e aspirante a designer no paint, 25 anos de muita gordice e piadas ruins.
Também já participou do coletivo @versatilrp, escrevendo sobre comunicação-relacionamento-marketing-digital-e-ainda-cobre-eventos.
Ufa!

E aí? Se a vida fosse um jogo, como você gostaria de passar de fase?
Lais Rodrigues on InstagramLais Rodrigues on LinkedinLais Rodrigues on Twitter